Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Bispos da Alemanha solidários com cristãos perseguidos na Nigéria

O Bispo de Jos, D. Ignatius Kaigama - ANSA

21/11/2017 11:20

Depois da Península Arábica, do Iraque, da Síria e da Indonésia, este ano a iniciativa da Conferência Episcopal Alemã “Solidariedade com os cristãos perseguidos e oprimidos do nosso tempo” vira o olhar para a Nigéria.

Será o Arcebispo Ludwig Schick, Presidente da Comissão Igreja universal da Conferencia Episcopal Alemã a presentar em conferencia de imprensa, no próximo dia 29, em Berlim, o “instrumento” que ilustra a situação dos cristãos no Norte da Nigéria. Segundo informações da agencia católica italiana SIR, uma nota difundida pela sala de imprensa dos Bispos alemães, em Bona, explica que o opúsculo “fornece uma panorâmica sobre a história do cristianismo e do islão na Nigéria, explica as linhas actuais do conflito e analisa o pano de fundo do perdurar da violência”

O texto dá também voz “a peritos provenientes da Nigéria” e aos bispos das Dioceses de Jos e Sokoto, no que toca à situação no Norte do País. “Com esta iniciativa anual, os bispos alemães querem manter viva o mais amplamente possível o debate sobre as discriminações e persecuções dos cristãos que continua em muitas partes do mundo” – lê-se no anúncio. Participarão na conferência de imprensa juntamente com D. Ludiwig Schick, o bispo de Sokoto, D. Matthew Kakah que falará da convivência entre os crentes de diversas religiões nessa região de maioria sunita e o reverendo P.  Klaus Krâmer, Presidente da Organização católica Missio. Ele dará informações sobre o empenho desta organização na Nigéria e sobre o dialogo islâmico-cristão. 

(DA)

21/11/2017 11:20