Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Erupção vulcânica e seca. Ilha do Fogo enfrenta duas emergências

Ilha do Fogo, início da erupção de 2014/2015, a cuja emergência se junta agora a seca - RV

10/11/2017 17:53

"Agradeço ao povo cabo-verdiano que me tornou mais humano". Com voz embargada pela comoção, P. Ottavio Fasano, várias vezes aplaudido, recordou a sua chegada a Cabo Verde em 1965, onde vendo criancinhas a morrer por uma simples diarreia, sentiu que não devia apenas ensinar as pessoas a rezar, mas ajudá-las a desenvolver-se também materialmente. Iniciaram-se assim os numerosos projectos sociais, apenas acenados no breve e gracioso vídeo com deu a conhecer a essa prestigiosa  assembleia Cabo Verde e a ilha do Fogo em particular. Foi na manhã desta sexta-feira, 10 de Novembro, em Roma, na Academia dei Lincei, onde P. Ottavio recebeu o prémio “António Feltrinelli” pela sua importante obra social em Cabo Verde orientada – lê-se na motivação – “em direcção a um processo de desenvolvimento socio-económico duradouro e autónomo” .

Na Assembleia formada de importantes cientistas italianos e estrangeiros, estavam o Embaixador de Cabo Verde em Roma, Manuel Amante e uma delegação vinda da ilha do Fogo, entre os quais os Presidentes das Câmaras de São Filipe e Mosteiros, respectivamente, Jorge Nogueira e Carlos Fernandinho Teixeira . Vieram com o intento de conhecer experiencias da Itália no domínio da fruticultura e tratamento do lixo  para o desenvolvimento da Ilha. É que à emergência criada - e ainda não totalmente resolvida -  pela erupção vulcânica na ilha em 2014/15 veio agora juntar-se a seca. Uma emergência encima de outra. 

Integra a delegação da Ilha do Fogo o empresário, António Pires, que veio honrar com a sua presença o amigo P. Ottavio Fasano. 

Oiça tudo aqui na rubrica "África Global"

(DA)

10/11/2017 17:53