Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Atividades

Dia da Santa Sé na Expo 2017 sobre energia futura - Mensagem do Papa

Papa Francisco - apelo constante a proteger a Casa Comum - RV

02/09/2017 16:07

Está a decorrer em Astana, no Kazaquistão a Expo Mundial 2017, desta vez sobre o tema da “Energia Futura”. A Santa Sé está presente com um pavilhão próprio e uma delegação chefiada pelo Cardeal Peter Turkson. Hoje 2 de Setembro, é o dia especialmente dedicado à Santa Sé.

Por esta ocasião, o Papa Francisco dirigiu uma mensagem à Expo em que sublinha que é muito importante reflectir com seriedade e responsabilidade sobre as formas, mesmo com técnicas inováveis, mediante as quais a humanidade fará uso dos recursos energéticos. Disto dependerá  - afirma - a saúde do Planeta e bem-estar da humanidade, um bem-estar que deve ser integral e não apenas de caracter económico e de consumo.

Para isto é preciso um diálogo sincero, a todos os níveis, entre os diversos sectores da sociedade. “Energia Futura” – escreve Francisco– não é apenas uma tarefa de investigadores, técnicos, ou investidores: também o mundo da cultura, da política, da educação e mesmo religioso… são interpelados.

Dirigindo-se  directamente aos que se encontram na Expo no Kazaquistão, o Papa põe em relevo a tradição de diálogo inter-religioso nesse país e convida a reforçá-la.  Cita depois a sua encíclica “Laudato Si”, para dizer que cada um deve descobrir na sua própria fé, as motivações, os princípios e a coragem de melhorar o viver juntos na irmandade.

O modo como usamos os recursos energéticos – frisa – é um indicador da forma como estamos a levar a cabo a tarefa que Deus nos confiou de cuidar do Planeta e que está presente em muitas tradições religiosas. “Se usarmos a energia de forma solidária e sustentável, então estamos a desempenhar bem essa tarefa. Caso contrário, não. Estamos a pôr em jogo a nossa própria dignidade, a justiça e a paz. É a consciência disto  - insiste o Papa - que a Santa Sé quer pôr em evidência com o seu próprio pavilhão na Expo de Astana, intitulada “Energia para o bem comum: “Cuidar da nossa Casa Comum”

O Papa termina a sua mensagem, pedindo a Deus Criador para nos ajudar a tirar da Expo 2017 ensinamentos e inspirações que durem por muito tempo e bendiga o nosso empenho comum em realizá-los. 

(DA)

02/09/2017 16:07