Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Serra Leoa: Igreja africana se mobiliza pelos desmoronamentos de Regent

Sepultura das vítimas de desmoronamentos na Serra Leoa - AP

30/08/2017 09:27

A Igreja Católica na África Ocidental mobiliza-se para ajudar a população de Freetown, capital da Serra Leoa, atingida pela tragédia que ocorreu na noite entre 13 e 14 de agosto, quando uma parte da montanha colapsou na aldeia de Regent. Segundo o último balanço, as vítimas são mais de mil.

"Esta é uma ulterior tragédia para um País que ainda não se ergueu do desastre da epidemia de Ebola", disse o Padre Chukwuyenum Afiawari, Provincial dos Jesuítas no Noroeste da África (cujo território inclui Nigéria, Gana, Libéria, Serra Leoa e Gâmbia), que lançou uma campanha para angariação de fundos para iniciar a reconstrução a longo prazo das áreas devastadas.

"Ao responder às necessidades imediatas, devemos também ter em conta e começar a planificar os esforços de reconstrução a longo prazo", disse o Provincial jesuíta do Noroeste da África. "Lançamos apelo a todos os nossos confrades jesuítas, às comunidades e às instituições de toda a nossa Sociedade, aos nossos colaboradores missionários, amigos e benfeitores, e todas as pessoas de boa vontade, para aderirem nesta nobre causa  enquanto colaboramos para levar os socorros urgentes", afirmou o Padre Afiawari.

Padre Alphonse Seck, coordenador dos grupos da Caritas na África Ocidental, destacou que "as Caritas de todos os quinze Estados membros confirmaram que contribuirão para apoiar as autoridades da Serra Leoa" para enfrentar as consequências do desastre. (BS)

30/08/2017 09:27