Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Outros Continentes

Ilha da Madeira: queda de árvore provoca 13 mortos e 49 feridos

Queda de árvore na Ilha da Madeira deixa mortos e feridos - AFP

16/08/2017 11:19

O Santuário de Fátima vai dedicar todas as celebrações desta quarta-feira às vítimas da tragédia ocorrida ontem, terça-feira, na Ilha da Madeira, durante as festas em honra de Nossa Senhora do Monte, quando a queda de uma árvore matou 13 pessoas e deixou outras 49 feridas.

Em nota enviada à Agência Ecclesia, o gabinete de comunicação do Santuário de Fátima informa que "todas as celebrações" na Cova da Iria esta quarta-feira recordarão as vítimas da tragédia no Largo da Fonte, no Funchal.

Para o reitor do Santuário de Fátima, Padre Carlos Cabecinhas, é impossível "ficar indiferente" ao ocorrido, e por isso convida todos os peregrinos e fiéis a "unirem-se em oração" pelas vítimas.

Bispo de Funchal pede orações

Ainda na noite de terça-feira o Bispo de Funchal, Dom António Carrilho, havia expresso sua "grande consternação" pela tragédia.

O prelado sublinha que já teve ocasião de "expressar profunda solidariedade e comunhão no sofrimento e na tristeza" a todas as pessoas mais diretamente afetadas por esta situação "que toca bem fundo no coração de todos".

"Convido todos os diocesanos à comunhão da oração por todas as vítimas da tragédia, pelos feridos, pelos mortos e suas famílias, e também por todos os envolvidos no socorro imediato às vítimas", escreveu à Ag. Ecclesia.

Crianças entre as vítimas

A queda da árvore ocorreu quando os fiéis se preparavam para participar da procissão em honra de Nossa Senhora do Monte, naquela que é considerada como uma das maiores manifestações religiosas da Região Autónoma da Madeira. Com o ocorrido, a procissão foi cancelada.

Entre as vítimas encontra-se uma criança e também pessoas de nacionalidade estrangeira, vindas de países como Alemanha, França e Hungria.

Luto oficial

O Governo da Madeira decretou três dias de luto na região. O presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se à freguesia do Monte, no Funchal, para manifestar a sua solidariedade e proximidade a todas as famílias atingidas pela tragédia e à população da região.

(Agência Ecclesia)

 

16/08/2017 11:19