Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Atividades

Papa: promover no Mediterrâneo cultura de acolhimento aos migrantes

Desembarque de migrantes - ANSA

14/08/2017 19:05

“Precisamos de um empenho cada vez mais generoso em favorecer a cultura de acolhimento e solidariedade promovendo a paz e a fraternidade entre os povos" – afirma Francisco na mensagem ao encontro internacional ‘Mediterrâneo: um porto de fraternidade'.

Centenas de jovens provenientes de vários países europeus e do Mediterrâneo, culturas e orientações religiosas diferentes, estão reunidos para 4 dias de reflexão sobre temas comuns na cidade italiana de Leuca, no extremo sul, aonde ‘termina a Itália’. O encontro se realiza todos os anos e esta edição debate especificamente fraternidade e cooperação, com o tema “Mediterrâneo: um porto de fraternidade”.

A Dom Vito Angiuli, Bispo de Ugento e S. Maria di Leuca, o Papa Francisco enviou uma mensagem elogiando e dizendo-se espiritualmente partícipe da iniciativa.

A mensagem do Papa

“Faço votos que o significativo evento suscite um empenho cada vez mais generoso em favorecer a cultura da acolhida e da solidariedade, promovendo a paz e a fraternidade entre os povos.

Encorajo a comunidade cristã deste território, os jovens provenientes de países do Mediterrâneo, e todas as pessoas de boa vontade, a considerar a presença de tantos irmãos e irmãs migrantes como uma oportunidade de crescimento humano, de encontro e de diálogo, assim como uma ocasião para anunciar e testemunhar o Evangelho da caridade.

Com estes sentimentos, encorajo a prosseguir com generosidade no caminho do bem; invoco a protecção da Virgem Maria para todos os participantes da iniciativa, que produzirá a ‘Carta de Leuca’ e concedo a minha a Bênção Apostólica”.

Peregrinação

Na noite entre 13 e 14 de agosto, se realiza a peregrinação entre o túmulo de Dom Tonino Bello (bispo de Molfetta, falecido em 1993 e com causa de beatificação em curso) e a Basílica Santuário de Santa Maria di Leuca - De Finibus Terrae.

Comunidade de Santo Egídio

Com a participação da Conferência Episcopal Italiana, Pax Christi, Migrantes, Caritas Italiana e outras realidades, o evento quer ser um testemunho do trabalho da Comunidade de Santo Egídio, que cria ‘corredores humanitários’ para consentir a quem foge das atrocidades da guerra imigrar com segurança.

O documento final, síntese de diversas culturas, sensibilidades e crenças religiosas, será transformado em apelo a políticos e governos para que construam um futuro de paz, à maneira de Dom Tonino Bello. (BS/CM)

14/08/2017 19:05