Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Quénia: Declaradas justas e transparentes as eleições

Thabo Mbeki representante da UA, durante a campanha eleitoral no Quénia - REUTERS

10/08/2017 16:25

A missão de observação eleitoral da União Africana (UA) no Quénia, encabeçada pelo ex-presidente sul africano, Thabo Mbeki, assegurou esta quinta feira 10 de agosto que o processo eleitoral naquele país decorreu de maneira justa e transparente e que a votação decorreu de forma tranquila, informou a agencia espanhola de noticias espanhola, EFE.

Questionado em conferencia de imprensa sobre a suposta manipulação informática do sistema de contagem denunciada pela oposição encabeçada pelo candidato Raila Odinga, Mbeki responde: “não somos um grupo de investigação, somos uma missão de observação”. Em conclusão da sua intervenção, Thabo Mbeki pediu aos partidos políticos para que dêem tempo à Comissão eleitoral para que termine a contagem dos votos.

Entretanto, apesar de ainda não serem conhecidos os resultados oficiais, o presidente cessante Uhuru Kenyatta, apresenta-se com uma ligeira vantagem em relação ao seu directo opositor Raila Odinga. As reacções provocadas pelo anúncio da suposta manipulação informática já terão provocado a morte de pelo menos 4 pessoas.   

 

10/08/2017 16:25