Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Angola - mil observadores já credenciados para as eleições

Presidente da CNE de Angola, André Silva Netos - RV

10/08/2017 17:08

Angola Eleições 2017: Mil observadores, entre nacionais e internacionais, foram credenciados desde o início desse processo, a 6 de Agosto, anunciou esta quarta-feira (9/8) a Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

Em Luanda devem chegar nos próximos dias os ex presidentes da Namíbia, Moçambique, Cabo Verde, Timor Leste e uma delegação da Comunidade dos países de Língua Portuguesa (CPLP), que vão acompanhar as eleições gerais em Angola;

A União Europeia enviou para Luanda cinco peritos que vão avaliar o processo eleitoral. A encarregada de negócios da delegação da União Europeia (UE) em Angola, Joana Fisher referiu que, embora o objectivo era ter no país uma missão de observadores, a UE tem estado muito empenhada em dar o seu contributo neste processo eleitoral.

E o Ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti, como coordenador da comissão de acompanhamento dos observadores internacionais esclareceu que a comissão que coordena vai acompanhar e criar condições para que os observadores internacionais sejam devidamente acomodados e realizem o seu trabalho de observação.

Para as eleições de 2017 foi estipulado o número de três mil observadores nacionais e internacionais.

De Luanda para a Rádio Vaticano, Anastácio Sasembele, Paz e bem. 

10/08/2017 17:08