Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Outros Continentes

Helen Osman, a 1ª mulher eleita presidente de SIGNIS

Nova Direção de SIGNIS liderada pela norte-americana Helen Osman - RV

17/07/2017 11:15

A norte-americana Helen Osman é a nova presidente da Associação Católica Mundial da Comunicação, SIGNIS.

Segundo a Agência Sir, Osman foi eleita na Assembleia dos delegados realizada, em Québec, Canadá, no final de junho. Ela sucede ao cubano Gustavo Andújar, no cargo desde 2014.

Jornalista, escritora e profissional da comunicação reconhecida no âmbito mundial, Helen Osman é a primeira mulher e a primeira norte-americana a desempenhar a posição de presidente de SIGNIS.

Dentre os vários cargos desempenhados até agora, a nova presidente foi durante oito anos responsável pela comunicação da Conferência Episcopal dos Estados Unidos, e fez parte da organização das visitas do Papa Bento XVI, em 2008, e do Papa Francisco, em 2015, a essa nação.

Além disso, prestou serviço na equipa de comunicação do Patriarca Ecuménico Bartolomeu I durante o Concílio pan-ortodoxo de 2016. Ex-secretária e presidente da Associação da imprensa católica dos Estados Unidos e Canadá, é a única pessoa, na história da Academia católica de profissionais da comunicação, que recebeu, mais de uma vez, o Clarion Award, atribuído às mulheres que trabalham no mundo da comunicação.

A nova presidente se concentrará no reforço de SIGNIS de modo que os membros possam comunicar, de maneira mais eficaz, as suas aspirações e ideias, e colocar em prática a missão do organismo de “transformar as nossas culturas à luz do Evangelho”.

Os demais membros da direcção de SIGNIS são: vice-presidentes, Lawrence John Sinniah da Malásia, reeleito para o segundo mandato de vice-presidente, e Pe. Paul Samasumo da Zâmbia, responsável da seção Inglês África da Rádio Vaticano-Secretaria para a Comunicação. Ele é o primeiro africano a ocupar uma das primeiras três posições do Conselho da associação.

Fazem parte também da Direcção, o argentino Ricardo Yáñez, eleito secretário-geral, o francês Emmanuel Bonnet, novo tesoureiro geral, e o mexicano Pe. Luis García Orso. (BS/MJ)

17/07/2017 11:15