Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Dom Mbilingi: “uma Angola um bocado mais democrática”

Dom Gabriel Mbilingi - RV

10/07/2017 09:34

Angola vai a eleições no mês de agosto. Será no dia 23 do próximo mês que os angolanos serão chamados a pronunciar o seu sentido de voto em eleições gerais.

Está já a decorrer a pré-campanha eleitoral em todo o território de Angola e são várias as forças políticas concorrentes. Destaque para o partido do Governo, o MPLA, e também a UNITA, o PRS, a FNLA, a APN e a CASA-CE entre outras. As candidaturas estão já muito ativas no terreno apresentando os seus projetos políticos.

De passagem por Fátima, em Portugal, o Arcebispo de Lubango, Dom Gabriel Mbilingi, falou à reportagem da Agência Ecclesia sobre este ato eleitoral.

O prelado afirmou desejar uma Angola melhor “que nunca mais conheça a guerra”. Dom Mbilingi apelou à participação de todos os cidadãos sublinhando o desejo de “uma Angola um bocado mais democrática” que seja “obra de todos”. Eis um excerto das suas declarações:

“Quando nós fazemos eleições é ocasião, não só para fazermos um balanço, mas sobretudo para abrimos o caminho e os espaços para uma Angola que se espera seja um bocado melhor. E sobretudo para uma Angola que nunca mais conheça a guerra. Então nesse sentido, estamos a dizer que, nas eleições que se aproximam, apelamos para que, de facto, os principais atores, que também somos nós os cidadãos, devemos todos trabalhar para que se apresentem programas que se realizem dentro de um clima de tranquilidade e de seriedade. Não nos distrairmos com coisas do passado que tiveram o seu tempo e protagonismo, mas agora olharmos para uma Angola onde nos queremos ver todos presentes. Uma Angola um bocado mais democrática do que tem sido até agora, mas isso é obra de todos nós.”

Era Dom Gabriel Mbilingi, Arcebispo de Lubango, em recente passagem por Fátima, falando à reportagem da Agência Ecclesia sobre as eleições gerais que terão lugar em Angola.

Será no dia 23 de agosto que os angolanos serão chamados a eleger o presidente e o vice presidente da República e também os 220 deputados da Assembleia Nacional de Angola.

(RS)

10/07/2017 09:34