Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Cabo Verde vai atribuir pensão mínima a chefes de família no desemprego

A Ministra Maritza Rosabal - RV

16/05/2017 12:25

Cabo Verde vai implementar,  em Agosto,  o Projecto de Rendimento Social de Inclusão, permitindo assim a atribuição de uma pensão mínima a chefes de famílias que, apesar de estarem na idade ativa, não estão a trabalhar.

O anúncio foi feito segunda-feira, 14/5, pela Ministra da Família e da Inclusão Social, Maritza Rosabal, em conversa com os jornalistas, no início da conferência subordinada ao tema “Família e Políticas Públicas”, promovida na Cidade da Praia para assinalar o Dia Mundial da Família.

Martiza Rosabal explicou que o projecto de rendimento social de inclusão é um dos quatros grandes programas deste Governo para a área da inclusão social.

Outro projecto é a montagem do sistema cuidados que abarca as crianças e os idosos. A ministra adiantou que o Governo já está a trabalhar com instituições parcerias para a implementação desse novo sistema.

Para além desses projectos há também o programa de apoio integrado às famílias com foco nas crianças e nos adolescentes, onde a questão da gravidez  precoce  tem atenção particular.

Esses assuntos estiveram segunda-feira em análise hoje na conferência “Família e Politicas Publicas. Maritiza Rosabel adianta que o objectivo é promover uma reflexão sobre o conceito de família que tem orientado as políticas públicas.

O Dia Mundial da Família, é assinalado no dia 15 de Maio, este ano sob o lema "Famílias, educação e bem-estar”

(Rádio Nova – Emissora cristã de Cabo Verde) 

16/05/2017 12:25