Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Angola: Frei Maiato vai a enterrar em Camabatela, Kwanza Norte

Exéquias de Frei Benjamim Maiato, em Luanda - RV

10/05/2017 16:03

Cidadãos em Luanda despediram–se do Frei Maiato, o Capuchinho vai a enterrar esta quinta–feira (11/5) em Camabatela – Província do Kwanza Norte, onde se encontro o cemitério privado dos Frades menores Capuchinhos em Angola.

Nesta quarta–feira (10/5) aconteceu a Missa pública de corpo presente, na praça Nossa Senhora de Fátima, em Luanda.

Na homilia da Missa, em que participaram fiéis de diversas comunidades católicas de Luanda e não só, foram destacadas as virtudes do Frei Benjamim que, em vida, tinha uma grande devoção a Nossa Senhora, e foi um sacerdote que muito se dedicou na orientação espiritual dos fiéis e nas confissões.

Dom Vicente Carlos Kiazico, Bispo da diocese de Mbanza Kongo/Angola, referiu que os exemplos do Frei Maiato devem servir de estímulo à vivência na santidade.

Em nome da Santa Sé, a Nunciatura Apostólica em Angola emitiu a sua mensagem, lida pelo monsenhor Piter, que destacou a simplicidade do frade.

E a Ministra angolana da Cultura, Carolina Cerqueira, disse que o Frei Benjamim Maiato, foi uma figura de reconhecidas virtudes e, como missionário, soube viver dignamente a sua vocação.

E o Arcebispo da Arquidiocese de Malanje/Angola, Dom Benedito Roberto, garantiu que se vai empenhar para que o Frei Maiato venha a ser beatificado. O Bispo dá exemplos que fundamentam o seu desejo de ver um dia o sacerdote transformar-se em santo de Malanje.

O frade Capuchinho vai a enterrar esta quinta–feira (11/5), dia em que faria 95 anos de idade.

De Luanda para a Rádio Vaticano, Anastácio Sasembele, paz e bem.  

10/05/2017 16:03