Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Quénia - Bispos denunciam desperdício de recursos pelos políticos

Bispos do Quénia, durante a visita do Papa ao País em novembro de 2015 - EPA

03/05/2017 14:09

“A incapacidade demonstrada pela maior parte dos partidos políticos de organizar eleições primárias justas e transparentes é o espelho da fragilidade do sistema político no Quénia” - escrevem os bispos do país numa declaração referida pela agencia Fides. Isto quando o país está para ir às urnas para eleições gerais em agosto próximo”  Os bispos exprimem fortes preocupações pelo clima de tensão que o país está a atravessar. E notam que as eleições primárias levadas a cabo pelos diversos partidos para escolher os candidatos a apresentar às eleições de agosto foram caracterizadas por manipulações, tensões e violências”

“Temos partidos políticos – lê-se na nota dos bispos – que não estão à altura de gerir, de forma organizada e pacífica, a democracia interna”. Uma situação – acrescentam os bispos – que deixa pensar que as eleições de agosto poderão ser perturbadas por desordens e violências. Temores  partilhados por investigadores internacionais e por turistas estrangeiros que – se recorda no documento – estão a desertar o Quénia.

Aquele país da África oriental está também a braços com uma das piores crises alimentares deste decénio. Uma emergência causada pela seca. “É uma desgraça e os próprios líderes – dizem os bispos – desperdiçam recursos disponíveis na compra de votos”. “A cultura da avidez e do egocentrismo está a agravar uma situação já de per si difícil. Os quenianos estão à beira do desespero” – rematam os prelados.  

(DA com SEDOC)

03/05/2017 14:09