Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Mondo em geral

Cristãos, componente essencial da Jordânia - declaram autoridades

Stella Maris, uma paróquia da Jordânia

18/04/2017 16:42

Uma família unida que participa activamente na construção do seu País”. Estas as palavras do Primeiro Ministro, Hani Mulki, no domingo de Páscoa num encontro com os chefes das comunidades cristãs da Jordânia. Acompanhado por alguns ministros e outras autoridades do Estado, o Primeiro Ministro transmitiu na sede da Igreja Ortodoxa em Aman, os votos de Boa Páscoa do Rei Abdullah aos cristãos do País. “Sob o guia de Sua Majestade o Rei Abdullah – disse o Ministro – a Jordânia é um País seguro e estável, e os jordanos, como uma única família, procuram atingir juntos os seus objectivos de desenvolvimento socio-económico nacional e dos seus parceiros”.

O Primeiro Ministro manifestou a sua amargura pelas vítimas inocentes dos atentados terroristas contra os cristãos coptas no Egipto. Ele definiu os atentados de Domingo de Ramos como “uma vergonha” .

Também o Presidente do Senado da Jordânia, Faisal Al-Fayez manifestou - ao transmitir os votos de Boa Páscoa por parte do Governo – o orgulho da Jordânia pela unidade entre cristãos e muçulmanos e afirmou que o cristianismo é uma componente essencial da sociedade jordana. Condenou também ele os atentados no Egipto e disse que o terrorismo não tem religião. Por fim, exprimiu a solidariedade do povo jordano aos cristãos do Médio Oriente. 

(DA)

18/04/2017 16:42