Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

R.D. Congo suspende cooperação militar com a Bélgica

R.D. Congo suspende cooperação militar com a Bélgica - REUTERS

17/04/2017 17:42

 Em conformidade com um comunicado que o Governo Belga fez chegar ao seu adido militar na República Democrática do Congo (RDC) e citado pela Agência Panapress a RDC suspendeu esta segunda-feira o acordo de cooperação militar com a Bélgica e convidou o adido militar belga em Kinshasa a deixar o País.

Ignora-se, de momento, se os oficiais reformados belgas que treinam guardas congoleses do Parque Nacional de Virunga, no leste do país, devem também eles deixar a RD Congo. Segundo as mesmas fontes, o Governo congolês não aceita aquilo que chama de ingerência do ministro belga dos Negócios Estrangeiros, Didier Reynders, nos assuntos internos.

Reynders declarou recentemente que a nomeação pelo presidente congolês, Joseph Kabila, de Bruno Tshibala, como primeiro-ministro não se conformou com a letra nem o espírito do acordo de São Silvestre de partilha de poder entre a maioria Presidencial e a oposição, durante o período de transição que deve culminar até finais de 2017. Para o Governo congolês, trata-se de uma intromissão inaceitável da Bélgica nos assuntos internos da RDC.

17/04/2017 17:42