Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Jovens em Moçambique unidos na preparação do Sínodo e JMJ Panamá

Cesária Victória Huó - RV

11/04/2017 11:47

É o desafio que a jovem Cesária Victória Huó, da arquidiocese de Maputo, lança aos coetâneos moçambicanos, após ter participado no Fórum Internacional recentemente organizado em Roma em preparação do Sínodo de outubro.

Cesária Victória Huó representou Moçambique no Fórum organizado recentemente pelo Dicastério para Leigos, Família e Vida e a Secretaria do Sínodo. A Rádio Vaticano falou com Cesária da sua experiência neste encontro internacional em preparação da JMJ de Panamá e o próximo Sínodo dos Bispos sobre Jovens, a decorrer em outubro próximo:

“A experiência foi muito boa, graças a Deus tive a oportunidade ímpar de cá estar, foi a minha primeira vez de participar numa conferência do género e aprender muita coisa com tantos jovens de outras culturas a nível mundial, e tudo o que aprendi terei de levar para partilhar com todos os irmãos de Moçambique, e não só no Maputo, minha Diocese” – disse Cesária.

Todos nós, na verdade, precisamos de nos unir e reflectir sobre o Sínodo, dar a nossa opinião, para que tudo aquilo que a juventude deseja para si em Moçambique possa chegar a Roma e a nossa voz se possa unir à dos outros jovens na preparação e realização do Sínodo – sublinhou ainda Cesária.

Particularmente intenso para a jovem moçambicana foi o momento de vigília de oração, na Basílica de Santa Maria Maggiore, juntamente com o Papa Francisco, no sábado (08/04). “Foi um momento muito importante, especial, único, extraordinário e maravilhoso” – enfatizou Cesária – sobretudo pela oportunidade de, com os outros jovens, receber o Santo Padre, ter com ele alguns momentos, cumprimentá-lo pessoalmente, tirar fotos e receber a sua bênção.

E do Papa Francisco, Cesária retém a recomendação aos jovens para eles serem sempre corajosos, em saída, prontos a abandonar o sofá e carregar a cruz como Cristo fez.

De regresso a Moçambique, Cesária considera como sendo um dos principais desafios a criação da Comissão Nacional dos Jovens: “infelizmente ainda não conseguimos unificar todas as Dioceses e ter a nossa Comissão Nacional, e assim, ter uma Comissão Nacional vai ser o primeiro passo para conseguirmos unir a juventude moçambicana”.

Outro desafio para Cesária será como partilhar com os outros jovens a rica experiência vivida em Roma. Para isso, a elaboração de um relatório exaustivo daquilo que se viveu em Roma e principalmente em relação ao Fórum Internacional e outros encontros que tiveram.

E Cesária terminou com uma mensagem aos jovens:

“Na mensagem do Papa Francisco para o Domingo de Ramos há uma passagem que particularmente me tocou e diz: ‘quando Deus nos chama, Ele não se detém naquilo que nós fomos mas procura sempre aquilo que nós podemos fazer e aquilo que podemos ser. Então, esta é a mensagem: hoje é um novo recomeço, hoje é uma nova oportunidade; o Papa nos pede que sejamos corajosos, que cada um de nós deixe o seu sofá e procure dar valor e vida ao sacrifício que Cristo fez por nós … Deus confia em nós, e Ele espera que nós confiemos n’Ele. Do fundo nosso coração”.

Oiça aqui a entrevista na íntegra com Cesária Victória Huó:

11/04/2017 11:47