Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Américas

Haiti - Cardeal Langlois ao novo presidente: é tempo de trabalhar e de agir

O novo Presidente do Hait, Jovenal Moise - AFP

10/02/2017 15:46

O novo Presidente do Haiti,  Jovenal Moise tomou posse no passado dia 7. Antes da cerimónia de Juramento  o Cardeal Chibly Langlois, Presidente da Conferência Episcopal do Haiti presidiu a uma celebração litúrgica e de Acção de Graças. Nessa ocasião – noticia a agência Fides – o Cardeal sublinhou a necessidade de o Chefe de Estado escolher pessoas honestas e competentes para a sua equipa de trabalho, pensando de modo particular nos mais pobres e vulneráveis.

Na presença de numerosos hóspedes, o Cardeal Langlois recordou ainda a Jovenal Moise que ele é presidente de todos os haitianos, e deve estar ao serviço do povo haitiano, a fim de melhorar as condições de vida da população. Depois de ter pedido a Deus para dar sagacidade e fortaleza ao novo Presidente que deverá enfrentar pesadas responsabilidades, o cardeal deteve-se sobre temas relacionados com a família e a justiça pedindo para viverem no diálogo, na compreensão, na unidade e na harmonia.

Com efeito, os problemas do país são muitos e requerem a colaboração de todos para poderem ser enfrentados. “É chegado o momento de trabalhar e de agir”. A tarefa que temos nas é “enorme” – frisou o Cardeal , convidando o Presidente a assumir as suas próprias responsabilidades pessoais e sociais. Exortou também a todos a se deixarem guiar pela Palavra de Deus na orientação das suas acções. Ao  falar da questão da boa governação  o Presidente da Conferência Episcopal do Haiti recordou que o papel do Estado  é o de se empenhar a favor do povo garantindo ao mesmo tempo o Estado de Direito.

Nesta perspectiva  - disse - creio que o Estado deverá adoptar medidas para reconstruir o País a fim de reforçar as instituições. Depois de um ano e meio de crise política,  Jovenal Moise  sucedeu na presidência do Haiti a Michel Materlly. Moise já tinha vencido as presidenciais de 2015, mas o voto fora anulado devido a denuncias de fraudes e irregularidades. As eleições foram repetidas em  Novembro  de 2016 confirmando a vitória de Juvenal Moise.

(DA) 

10/02/2017 15:46