Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Europa

Portugal: Corpo diplomático recebido pelo Presidente da República

Encontro com o Corpo Diplomático no Palácio Nacional de Queluz - Foto: Presidência da República - RV

20/01/2017 09:09

Foi a tradicional cerimónia de apresentação de cumprimentos de Ano Novo pelo Corpo Diplomático acreditado em Portugal ao Presidente da República.

Um encontro no passado dia 17, no Palácio Nacional de Queluz, marcado pelos discursos do Núncio Apostólico D.Rino Passigato e de Marcelo Rebelo de Sousa.

O representante diplomático da Santa Sé disse esperar uma ONU “revitalizada e mais unida” sob a liderança do português António Guterres, esperando que a mesma possa ajudar na “superação das muitas crises que atormentam a humanidade”, para a construção de um mundo “mais humano, mais solidário, mais pacífico e mais fraterno”.

D. Rino Passigato sublinhou o clima de “estabilidade” do país, apesar de haver algumas dificuldades ainda por superar, “sobretudo no sector da banca”, e saudou o facto de Portugal ter duplicado a quota de refugiados a quem abriu as suas portas.

O decano do corpo diplomático em Portugal evocou algumas preocupações que têm marcado o pontificado do Papa Francisco como as migrações, guerras, injustiças e perseguições, e lembrou que no próximo mês de maio o Papa vai visitar Fátima como "peregrino de paz"

"Momento único porque singular", referiu por sua vez o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa que fez votos para que o mundo “nunca desista da paz” e tenha como “prioridade máxima” o respeito pela “dignidade fundamental” de cada pessoa, uma intervenção em que apontou ainda as linhas mestras da politica externa portuguesa.

 De Lisboa, o nosso correspondente Domingos Pinto

20/01/2017 09:09