Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Outros Continentes

Síria: “Não podemos ficar indiferentes, está a ser mau demais”

Cáritas Portuguesa - RV

21/12/2016 11:20

O alerta é do Presidente da Cáritas Portuguesa a propósito da dramática situação que se vive na Síria.

Na Festa de Natal daquela instituição que se assinalou ontem, dia 20, em Lisboa, Eugénio da Fonseca sublinhou que “este tempo de Natal é um grito à nossa dignidade”, e deixou subentendida uma iniciativa próxima de sensibilização para o conflito naquela região tão martirizada pela guerra.

“Na noite de Natal acendam uma vela nas vossas janelas”, pediu o Presidente da Cáritas que destacou ainda a difícil missão de António Guterres nas Nações Unidas e lembrou Alfredo Bruto da Costa que “deixou sementes e rasgou caminhos que nós agora temos de percorrer”.

Uma Festa de Natal marcada por uma celebração eucaristia presidida pelo assistente eclesiástico da Cáritas.

Na sua homilia, o padre José Manuel Pereira de Almeida disse esperar que “o Natal não seja só mais um Natal”, e deixou um apelo: “Transformemos este mundo num mundo mais justo e mais humano”.

De Lisboa, a reportagem do nosso correspondente Domingos Pinto.

21/12/2016 11:20