Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

"Tenho a benção de Deus" - Alzerina Gomes, criadora de jóias e de moda

Alzerina Gomes, na Rádio Vaticano - RV

10/12/2016 13:59

 A estilista e criadora de jóias, Alzerina Gomes, caboverdiana, esteve em Roma este fim de semana. Veio a convite da Associação “Kriol-Ità”. Este organismo de amizade entre Cabo Verde e a Itália organizou, em colaboração com a Associação “Caboverdemania”, um jantar de Gala, cujo ponto alto foi precisamente um desfile com roupas e acessórios da autoria de Alzerina, que fez também uma exposição de jóias. 

Para além de dar a conhecer, em Roma, as obras da Alzerina, o jantar tinha também a finalidade recolher algum fundo para ajudar o Hospital Baptista de Sousa na ilha de São Vicente. É que uma das finalidades de Kriol-Ità é a solidariedade para o desenvolvimento de Cabo Verde. 

Para além de membros da comunidade caboverdiana em Roma, participaram, entre outros, no encontro diversos amigos italianos do mundo do desporto e da medicina, assim como também do corpo diplomático caboverdiano e doutros países. Foi na sexta-feira, 9, na “Casa do Aviador”, em Roma. 

Na parte da manhã, Alzerina Gomes esteve na Rádio Vaticano para uma conversa na rubrica "África. Vozes Femininas". 

Afectuosa e cheia de valores interiores, Alzerina ilustrou o caminho que a levou a passar de empregada doméstica, em França, a criadora de jóias e de moda agora a residir em Nova Iorque. É a coroação de um sonho e de uma vocação que começaram a manifestar-se quando era ainda garota e que nem ela nem os outros compreendiam, ao ponto de alguns a considerarem um pouco louca. 

Mas, mesmo na pobreza em que viviam na pequena aldeia de Garça, ilha de Santo Antão, a mãe intuiu que nela havia algo especial e encorajou-a: "Alzerina, tu és diferente, não deixes que ninguém te diga que não és capaz, põe a mão e Deus te ajudará”. E ela sente-se abençoada por Deus! A mão e energia de Deus têm-na guiado sempre.

Hoje já tem três marcas no mercado: "Alzerina", "Alzi-by-Alzerina" e "Cabo Verde Believe". O país natal é o número um no seu coração – afirma.

No seu trabalho, Alzerina procura sempre envolver mulheres que desejam aprender e ir para a frente. E aos homens deixa  mensagem de encorajarem sempre as suas mulheres e de as fazerem sentir que são capazes... A solidariedade (para com crianças, mulheres vítimas de violência) é também uma das componentes do seu percurso profissional e de vida da Alzerina.

Em relação à famosa frase "A beleza salvará o mundo", a estilista santantoense recorda que é preciso, contudo, ter um coração bom, atento aos outros, aos necessitados, e nisto sente-se muito em sintonia com o Papa Francisco de que é uma grande admiradora.

Por fim, explica que o dinheiro é importante, mas não é tudo. Mais importante que isso é o carinho que as pessoas manifestam em relação a ela e recorda como se sentiu feliz entre os amigos da Associação "Nos de Sintanton", com os quais teve um prévio encontro antes da Gala. A amizade dos outros é a sua força. E no seu trabalho está atenta a não explorar ninguém – diz, comentando o facto de muitas pedras para jóias virem de zonas, onde se empregam, muitas vezes, mão de obra infantil, ou simplesmente mal paga e em más condições de segurança.

Oiça directamente aqui as suas palavras:

 

(DA)

 

 

 

10/12/2016 13:59