Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Atividades

JMJ: temas marianos para as edições de 2017, 2018 e 2019

Imagem de Nossa Senhora numa exposição no Vaticano - RV

27/11/2016 10:49

Foram divulgados esta semana pelo Dicastério para os Leigos, Família e Vida os temas escolhidos pelo Papa Francisco para as próximas Jornadas Mundiais da Juventude.

Os temas são dedicados a Maria. Para 32ª Jornada Mundial da Juventude em 2017 o tema é: “O Todo-poderoso realizou grandes coisas em meu favor”. Para a 33ª Jornada, a ser celebrada em 2018, o tema escolhido pelo Santo Padre é: “Não temas, Maria, porque encontraste graça junto de Deus”. Estas jornadas de 2017 e 2018 serão vividas nas dioceses. Entretanto a 34ª Jornada Mundial da Juventude que se realizará no Panamá, em 2019, tem como tema: “Eis a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Segundo informa o Dicastério para os Leigos, Família e Vida, “os três temas anunciados têm como objetivo dar uma conotação mariana forte ao itinerário espiritual das próximas JMJ, recordando ao mesmo tempo a imagem de uma juventude a caminho entre passado (2017), presente (2018) e futuro (2019), animada pelas três virtudes teologais: fé, caridade e esperança”. 

Sobre esta inspiração mariana do percurso proposto aos jovens até ao grande evento de 2019, no Panamá, a Rádio Vaticano conversou com o padre João Chagas, brasileiro e responsável pelo Setor Juventude do Dicastério para Leigos, Família e Vida.

É a primeira vez que um caminho de preparação para um Jornada terá todo o percurso mariano. Nós já tivemos, em todo esse percurso de mais de 30 JMJ’s, duas vezes em Jornadas celebradas em nível diocesano, os temas marianos. Mas nunca houve um tema mariano em um Jornada Mundial internacional. Desta vez nós vamos ter três seguidos: todo um caminho mariano, uma grande alegria, uma grande bênção: sabemos como nosso povo e nossa juventude tem um carinho especial pela mãe de Deus".

"A Arquidiocese do Panamá é a primeira diocese em terra firme do continente americano e tem uma grande devoção a Nossa Senhora chamada ‘La Antigua’. Maria ‘La Antigua’ que é uma devoção de origem espanhola mas que é muito forte no Panamá. E, com certeza, para o Brasil, por exemplo, acho que foi muito significativo essa escolha de um tema mariano, de temas marianos, exatamente  quando o Brasil celebra os 300 anos de Aparecida, Portugal, os 100 anos de Fátima, então, cai como uma luva. Não foi uma coisa, acredito, intencional, mas com certeza na intenção de Deus foi providencial”. 

O caminho mariano proposto aos jovens para as JMJ está em sintonia com a reflexão que o Papa Francisco confiou ao próximo Sínodo dos Bispos de 2018: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

(RS/MJ/RB)

27/11/2016 10:49