Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Celebrações

Papa: agradecer a Deus os benefícios da sua misericórdia

- AP

09/10/2016 13:43

Domingo, 9 de outubro, Jubileu Mariano neste Ano Santo da Misericórdia. Na homilia da Missa na Praça de S. Pedro o Papa perguntou se somos capazes de dizer obrigado em família, na comunidade e na Igreja.

Francisco fez referência ao Evangelho deste XXVIII Domingo do Tempo Comum no qual Jesus cura dez leprosos. Mas, só um deles volta ao encontro de Jesus para lhe agradecer: “um samaritano, um estrangeiro que vive à margem do povo eleito, quase um pagão!” –disse o Papa.

A este homem não lhe bastou ter obtido a cura através da fé mas volta para trás para exprimir “gratidão pelo dom recebido reconhecendo em Jesus o verdadeiro Sacerdote que depois de tê-lo levantado e salvado, pode metê-lo em caminho e acolhê-lo entre os seus discípulos” – afirmou o Santo Padre que colocou algumas questões:

“Somos capazes de dizer obrigado? Quantas vezes dizemos obrigado em família, na comunidade, na Igreja? Quantas vezes dizemos obrigado a quem nos ajuda, a quem está ao nosso lado, a quem nos acompanha na vida?”.

Neste Jubileu da Misericórdia o Papa Francisco recordou, nesta celebração, “Maria, a nossa Mãe” que é “o modelo” para o qual devemos olhar:

“Ela depois de ter recebido o anúncio do anjo, deixou brotar do seu coração um cântico de louvor e agradecimento a Deus: «A minha alma glorifica o Senhor....». Peçamos a Nossa Senhora que nos ajude a entender que tudo é dom de Deus e a saber agradecer: então a nossa alegria será completa.”

Na sua homilia o Papa Francisco recordou que Naamã, personagem da primeira leitura e o samaritano, protagonista do episódio do Evangelho, são dois estrangeiros. “Quantos estrangeiros, incluindo pessoas doutras religiões, nos dão exemplo de valores que nós, às vezes, esquecemos ou negligenciamos!” – disse o Santo Padre que terminou a sua homilia exortando os fiéis a pedirem “a graça de saber voltar sempre a Jesus e dizer-Lhe o nosso obrigado pelos inúmeros benefícios da sua misericórdia.”

(RS)

 

 

09/10/2016 13:43