Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Sudão do Sul: grupos de famílias refugiadas em escolas católicas

Distribuição de comida num cantro católico para refugiados e deslocados no Sudão do Sul - AFP

02/08/2016 15:43

Grupos de famílias continuam a ocupar escolas administradas pela Igreja Católica na cidade de Wau, no oeste do Estado de Bahr el Ghazal do Sudão do Sul, para escapar das consequências do conflito entre forças governamentais e grupos armados – informou na Rádio Tamazuj, Owaj Sylvester, director das escolas católicas da diocese onde onde se encontra a cidade de Wau. Owaj acrescentou que investigações estão em andamento para encontrar uma acomodação alternativa para as pessoas deslocadas actualmente alojadas nas escolas intituladas João Paulo II e S. Miguel, para que os alunos possam continuar  a seguir as suas lições.

Acampamentos  estão sendo instalados para os deslocados
Owaj – informa a agência Fides - também confirmou que estão em andamento contactos com as autoridades competentes e as organizações humanitárias que começaram a instalar na área acampamentos  de deslocados destinados às famílias desalojadas por causa do conflito.

Em Wau famílias em fuga dos combatentes
Durante várias semanas, na cidade de Wau os confrontos entre forças do governo e grupos armados provocaram nas últimas semanas a fuga de milhares de pessoas das suas casas. Segundo informações da agência Fides, as forças do SPLA (PLA) retomaram  os combates em diversas partes do Condado de Wau desde os primeiros dias de julho. (BS)

02/08/2016 15:43