Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ África

Bispo auxiliar de Maputo fala de memórias de D. Jaime Gonçalves

D. João Carlos, Bispo Auxiliar de Maputo - RV

22/04/2016 16:35

O Bispo auxiliar da Arquidiocese de Maputo, Dom João Carlos, em entrevista à Rádio Vaticano, falou das memórias do falecido Arcebispo Emérito da Beira, Dom Jaime Pedro Gonçalves, que perdeu a vida em princípios de Abril corrente. Dom João Carlos, disse ainda que logo após a resignação de Dom Jaime Gonçalves foi indicado como bispo auxiliar da Beira, corria o ano 2012, e durante esse tempo todo teve uma boa convivência com D. Jaime Gonçalves.

Ainda de acordo com Dom João Carlos, a perda de Dom Jaime Gonçalves representa para a Igreja Católica em Moçambique, um grande vazio. “Perdemos uma grande referência da Igreja. Quando parte alguém com muita experiência, nos deixa algo empobrecidos. Perdemos alguém que nos dava uma certa linha. O que nós devemos fazer neste momento é fazer valer o legado e os valores deixados pelo Arcebispo Emérito Dom Jaime Pedro Gonçalves, procurando implementar os seus ensinamentos”, disse.

Refira-se que o Arcebispo Emérito da Beira, Dom Jaime Pedro Gonçalves, deu um grande contributo também à vida política de Moçambique, tendo representado a Igreja Católica no Acordo Geral de Paz, assinado a 4 de Outubro de 1992 pelo Governo de Moçambique e pela Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), o maior partido da oposição no País. Este Acordo viria a pôr termo a uma guerra civil de 16 anos em Moçambique.

De Maputo, Hermínio José

22/04/2016 16:35