Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ África

Dia sangrento na Nigéria: 55 as vítimas de dois atentados

Depois do atentado suicida numa mesquita de Maiduguri, na Nigéria - AFP

24/10/2015 12:05

55 mortos e uma centena de feridos é o balanço, ainda provisório, das vítimas de duas explosões, nesta sexta-feira, em duas mesquitas no nordeste da Nigéria. O primeiro ataque, talvez causado por um suicida (kamikaze) em Maiduguri, no Estado de Borno, enquanto os fiéis estavam a entrar na mesquita para as orações da manhã, causou 28 vítimas. O segundo, no período da tarde, em Yola, logo após o fim do sermão do imame, numa mesquita que estava a ser inaugurada mesmo ontem, matou pelo menos 27 pessoas. Outras trinta pessoas ficaram feridas pela multidão que se criou depois da explosão.

Os atentados não foram ainda reivindicados, mas tudo faz pensar que seja obra dos fundamentalistas islâmicos do Boko Haram, muito activos no País. Ainda ontem, este grupo terrorista tomou o controle da cidade de Kerawa, no norte dos Camarões, na fronteira com a Nigéria. Não é a primeira vez que esta localidade é palco de um sangrento ataque dos militantes islâmicos. No passado dia 3 de setembro, dois homens-bomba se explodiram numa base militar dentro da cidade, matando 30 pessoas. Ontem, segundo algumas testemunhas, os terroristas do Boko Haram, teriam procurado e morto vários civis no interior de uma mesquita.

As forças de segurança locais, informaram mais tarde que o exército de Yaoundé retomou o controle da cidade e que os terroristas regressaram à Nigéria. (BS)

24/10/2015 12:05