Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Atividades

Audiência – Viagem à Turquia: cristãos e muçulmanos juntos pela paz

Papa Francisco na Praça de S. Pedro - AP

03/12/2014 11:57

Quarta-feira, 3 de dezembro, largos milhares de peregrinos desafiaram a manhã chuvosa de Roma e acolheram na Praça de S. Pedro o Papa Francisco para a tradicional Audiência Geral. Tema da Cateques: a recente Viagem do Santo Padre à Turquia.

“Sinto, em primeiro lugar, o dever de renovar a expressão do meu reconhecimento ao presidente da República, ao Primeiro-Ministro, ao Presidente para os Assuntos Religiosos e às outras autoridades, que me acolheram com respeito e garantiram a boa ordem dos eventos. Agradeço fraternalmente os Bispos da Igreja Católica na Turquia, pelo seu empenho, como também o Patriarca Ecumenico, Sua Santidade Bartolomeu I pelo cordial acolhimento”

O Papa Francisco referiu-se a cada um dos dias da sua Viagem Apostólica à Turquia começando por referir que o primeiro dia foi mais dedicado a encontros com as autoridades do país. O Santo Padre registou o facto de que a Turquia é de maioria muçulmana mas tem uma Constituição que garante a laicidade do Estado. O Papa aproveitou a oportunidade para lembrar a importância de que cristãos e muçulmanos trabalhem juntos na promoção da solidariedade, da paz e da justiça.

 

“Por isto eu insisti na importância de que cristãos e muçulmanos se empenhem juntos pela solidariedade, pela paz e a justiça, afirmando que cada Estado deve assegurar aos cidadãos e às comunidades religiosas uma liberdade de culto.”

 

O segundo dia da Viagem à Turquia – continuou o Santo Padre – teve como centro a Celebração Eucarística, na qual participaram os pastores e fiéis dos diversos Ritos católicos na Turquia. Também estiveram presentes representantes de outras Igrejas e Comunidades eclesiais, que se uniram na invocação ao Espírito Santo pela unidade da Igreja.

 

“Juntos invocamos o Espírito Santo, Aquele que faz a Unidade da Igreja: unidade na fé, unidade na caridade, unidade na coesão interior.”

 

O terceiro e último dia, Festa do Apóstolo Santo André – observou ainda o Santo Padre – ofereceu o contexto ideal para fortalecer as relações fraternas entre o Bispo de Roma e o Patriarca Ecuménico de Constantinopla. Foi assinada uma Declaração conjunta que representa mais uma etapa na estrada da plena comunhão entre católicos e ortodoxos. Pela intercessão de Nossa Senhora, possa esta Viagem produzir abundantes frutos no diálogo com os irmãos ortodoxos, com os muçulmanos e contribuir para a construção da paz entre os povos – concluiu o Papa Francisco que não deixou de se referir ao último encontro que teve com um grupo de jovens refugiados acolhidos por uma comunidade de salesianos:

 

“O último encontro foi com um grupo jovens refugiados, acolhidos pelos salesianos. Era muito importante para mim encontrar alguns refugiados da zona de guerra do Medio Oriente, seja para exprimir-lhes a minha proximidade e da Igreja, seja para sublinhar o valor do acolhimento, em que também a Turquia muito se empenhou.”

 

O Papa Francisco saudou também os peregrinos de língua portuguesa:

 

“Dirijo uma saudação cordial aos peregrinos de língua portuguesa, particularmente aos membros das Romarias Quaresmais de São Miguel, no Arquipélago dos Açores. Queridos amigos, obrigado pela vossa presença e sobretudo pelas vossas orações! Peçamos ao Espírito Santo, artífice da unidade da Igreja, que aplane a estrada para a plena comunhão de todos os cristãos no Senhor Jesus. Que Deus vos abençoe a vós e a vossos entes queridos!”

 

O Papa Francisco a todos deu a sua bênção! (RS)

03/12/2014 11:57