Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Documentos

"Pan-Amazónia: pulmão do planeta": mensagem ao Encontro da Rede Eclesial pan-amazónica (Brasília, 8-13 set)

Encontro Repam

10/09/2014 13:01

A defesa da vida na Amazónia, a missão eclesial a favor dos mais carecidos e dos excluídos, a promoção da ecologia, a defesa das populações indígenas e afro-americanas são os temas a abordar no Encontro que decorre em Brasília, de 8 a 13 do corrente, reunindo a chamada Rede Eclesial  Pan-amazónica, tendo como tema "Pan-Amazónia: Pulmão do Planera". A início é da Conferência Episcopal Brasileira (CNBB), conjuntamente com o Departamento de Justiça e Solidariedade da CELAM (Conselho Episcopal Latino-americano). Fazendo-se porta-voz do Santo Padre, o cardeal Parolin, Secretário de Estado, enviou a D. Pedro Jimeno, Presidente deste Departamento do CELAM a seguinte mensagem (texto original, completo, em português):

Informado do encontro inaugural da Rede Eclesial Pan-Amazónica, que terá lugar em Brasília de 9 a 12 de setembro de 2014, o Santo Padre saúda os mentores, participantes e aderentes à iniciativa, que vem dar respostas ao importante desafio de “viver juntos, misturar-nos, encontrar-nos, dar o braço, apoiar-nos, participar nesta maré um pouco caótica das redes e demais instrumentos da comunicação humana que pode transformar-se numa verdadeira experiência de fraternidade, numa caravana solidária, numa peregrinação sagrada. Assim, as maiores possibilidades e comunicação traduzir-se-ão em novas oportunidades de encontro e solidariedade entre todos. Como seria bom, salutar, libertador, esperançoso, se pudéssemos trilhar este caminho! Sair de si mesmo para se unir aos outros fez bem” (Evangelii gaudium, 87).

Alegrando-se por ver acolhido seu apelo na criação desta inovadora rede, voltada concretamente para as questões ecológicas na Amazónia, o Papa Francisco deseja-lhe pleno sucesso, lembrando porém a todos que a rede digital deve ser um lugar rico de humanidade: não uma rede de fios, mas de pessoas humanas. Não basta circular pelas “estradas digitais”, é necessário que a conexão seja acompanhada pelo encontro verdadeiro: não podemos viver sozinhos, fechados em nós mesmos; temos de amar e ser amados, precisamos de ternura. Só assim o testemunho cristão pode, graças à rede, alcançar as periferias existenciais humanas, permitindo que o fermento cristão fecunde e faça progredir as culturas vivas da Amazónia e os seus valores. 
Com votos de que a fadiga quotidiana de quantos servirem na Rede Eclesial Pan-Amazonica, contribua para alargar os espaços da compreensão e da solidariedade entre os homens e os povos, refletindo constantemente aquela “Luz das nações” – Cristo – que resplandece no rosto da Igreja universal e das Igrejas locais, o Santo Padre concede-lhes, com amizade e confiança, a implorada Bênção Apostólica. 

Pietro Card. Parolin 
Secretário de Estado de Sua Santidade 
Vaticano, 8 setembro 2014

10/09/2014 13:01